domingo, 7 de maio de 2006

Ad Perpetuam Rei Memoriam


No âmbito da Semana Cultural da EB 2, 3 de Vale de Cambra, escola sede do Agrupamento Vertical de Escolas do Búzio, um grupo de docentes, constituído pelos professores Helena Vide, Manuela Barroso e Mário Silva, membros activos do Projecto “Interact-Quadros Interactivos em Sala de Aula”, apresentou a toda a comunidade educativa, em dois workshops realizados nos dias 29 e 30 de Março, as fantásticas possibilidades do Quadro Interactivo (ACTIVboard) da Promethean Technologies Group.
Foi particularmente gratificante verificar o interesse e entusiasmo com que docentes e discentes, com especial destaque para os jovens do Ensino Especial, se envolveram na descoberta do “inovador” e “divertido” Quadro Branco Interactivo (QBI), por oposição ao “conservador” e “aborrecido” Quadro Negro Passivo (QNP).
No final todos lamentavam a existência de um único QBI para uma população escolar estimada em cerca de 500 alunos e 50 professores. É caso para perguntar Quo Vadis “Choque Tecnológico”?
Algumas semanas depois, entre os dias 4 e 7 de Maio, a Exponor (Feira Internacional do Porto) e a Nautilus, com o apoio da Promethean, Decitrel, Smart Board, Groupvision e Famasete, apresentaram, no Fórum Exponor, a chamada “Escola Interactiva”. Trata-se inequivocamente de um projecto inovador que promete revolucionar o tradicional conceito de sala de aula, ao destacar o papel das novas tecnologias (computadores portáteis, QBI’s, etc.) no processo de ensino-aprendizagem.
No espaço destinado à Promethean Technologies Group funcionou uma “sala de aula colaborativa” onde, de forma rotativa e ao longo de todo o dia, os alunos da Escola Secundária de Arouca e do Agrupamento Vertical de Escolas do Búzio apresentaram e exploraram um notável conjunto de flipcharts produzidos pelos seus professores.
O Agrupamento Vertical de Escolas do Búzio esteve representado neste certâmen pela EB1 da Praça, com 7 alunos do 4.º ano (professores Manuel Pinho e Sónia Ribeiro), e pela EB 2, 3 de Vale de Cambra, com 8 alunos do 2.º Ciclo (professoras Helena Vide e Manuela Barroso) e 8 alunos do 3.º Ciclo (professor Mário Silva).
Uma última palavra para agradecer não só o indispensável e indefectível apoio que sempre recebemos da Promethean, da Decitrel e do professor José Paulo Santos, coordenador do Projecto “Interact”, bem como a presença na Exponor de todos os elementos que compõem o Conselho Executivo deste Agrupamento, num sinal mais do que evidente de uma aposta corajosa e decidida na inovação tecnológica e, por isso mesmo, numa “Escola Interactiva”.
Mário Silva

4 comentários:

Escreva aqui o seu comentário ao texto! Obrigado pela sua participação...